Psicoterapia de Orientação Analítica

Adolescentes

       "A adolescência compreende um período do desenvolvimento humano crucial e complexo, com características

e significados únicos. É caracterizada pelo desprendimento da infância e pela entrada progressiva no mundo adulto.

    Ela é marcada por uma série de mudanças físicas, cognitivas, afetivas e sociais. Harmonizar a imagem que integra a contradição entre um corpo biológico que, de repente, amadurece e uma mente ainda infantil, em meio a angustias ante o desconhecido e frequentes sentimentos de despersonalização, passa a ser tarefa essencial da adolescência.

     Essas mudanças levam o adolescente a reestruturar sua identidade pessoal, a se reconhecer com seu novo corpo, novas ideias e novas relações e o processo psicoterapêutico torna-se um grande facilitador e aliado para adolescente para vivenciar e elaborar todas essas transformações."

Adulto

       A análise é um dispositivo aberto àqueles que sofrem e querem construir um saber sobre o sofrimento.

“Numa psicanálise, descobre-se que a vida adulta é sempre menos adulta do que parece: ela é pilotada por restos e rastros da infância”. (CALLIGARIS, C.)

Idosos

      "Na análise só existe um sujeito, o sujeito do inconsciente, e este não envelhece. A velhice exige novas transcrições e traduções, nessa via a análise é um dispositivo ímpar que permite ao idoso se localizar, fazer luto das perdas e construir maneiras de preservar certa independência, conservando seus laços, já que é inevitável uma cota de

dependência ao outro."